5 passos para implementar diversidade e inclusão na empresa

Tempo de Leitura: 3.5 minutos

Em um mercado de trabalho que se mostra cada vez mais pluralizado e multicultural, nunca foi tão importante promover diversidade e inclusão nas empresas. Muito mais que a questão de oferecer oportunidades a todos, estimular a elaboração de equipes inclusivas também é uma solução que pode trazer resultados inovadores para a empresa.

Estima-se que empresas diversificadas têm uma cultura de inovação até 600% maior. E, como sabemos, a inovação é o melhor caminho para obter destaque no mercado, dar visibilidade e aumentar os resultados da companhia. E você, sabe dizer se a sua empresa fomenta a inclusão?

Para quem ainda não tem essa iniciativa e quer implementá-la, nós preparamos 5 passos que irão ajudar no processo. Confira!

5 passos para implementar diversidade e inclusão

1. Ter a consciência de que todos somos diferentes

Ainda há quem tenha o pensamento de que estimular a diversidade e a inclusão é observar as pessoas como se elas fossem iguais — quando, na verdade, elas não são. É impossível tentar colocar todos na mesma caixa. Afinal, isso ignoraria completamente os benefícios de possuir uma equipe diversa. Precisamos entender que as diferenças existem e, tendo essa consciência, abraçá-las.

O que deve ser feito, no entanto, é tratar todos como iguais, ou seja, disponibilizar os meios para que todos tenham as mesmas condições de trabalho e sucesso. Quando entendemos que cada um acumula vivências distintas — muitas delas graças às características que nos fazem diferentes —, podemos afirmar que estamos prontos para a inclusão nas empresas.

A diversidade sempre começa na avaliação da empresa, atestando se ela está pronta para lidar com essas diferenças e, caso não esteja, preparando-a para isso.

2. Estar aberto para mudança cultural da empresa

Mesmo que o pensamento dos gestores e dos funcionários esteja alinhado com a inclusão e a diversidade, ainda não é o cenário ideal. É necessário que a cultura da empresa também tenha esse direcionamento.

O alinhamento da cultura da empresa com a diversidade é a base para que os colaboradores se identifiquem com as ações e estejam engajados com o tema. E, caso a cultura da sua empresa ainda não tenha estruturas claras para diversidade e inclusão, é fundamental estar aberto para promover mudanças nesse sentido.

Isso quer dizer que a empresa deve ser um ambiente leve, com a ausência de julgamentos. Todo pequeno processo, em qualquer que seja o departamento, também precisa estimular a inclusão. Por mais que isso pareça simples na teoria, este é um esforço coletivo — e é por isso que toda a cultura da empresa deve ser adaptada.

3. Adaptar os processos de seleção

Começando a tratar especificamente dos processos inclusivos, o primeiro deles é também o primeiro contato que um futuro funcionário tem com a empresa: o processo de seleção. Este é um ponto crucial, visto que é aqui que os colaboradores são escolhidos. Tenha no seu RH uma equipe de profissionais capaz de desenvolver e colocar em prática recrutamentos que atraiam todas as pessoas, sem eliminá-las pelas diferenças.

Algumas sugestões são: divulgar as vagas em meios diferentes dos habituais da empresa, com descritivo exclusivo da função; elaborar um formato de envio de currículo que deixe de fora os dados que podem estimular interpretações prévias e não são relevantes para a vaga, como foto, idade e gênero, por exemplo.

4. Contar com uma liderança altamente capacitada

Depois que a empresa começar a exercitar as contratações tendo como uma de suas bases a inclusão e a diversidade, a tendência é que o quadro de funcionários conte com pessoas de origens, opiniões e vivências completamente variadas. Para que o convívio diário entre todos seja harmônico, é essencial que as lideranças da empresa saibam lidar com isso.

Líderes de equipes pautadas na diversidade devem ter a habilidade de ouvir os anseios de todos e desenvolver as soluções mais adequadas para o bem comum, ajudando a manter o ambiente como ele deve ser. Mais que qualquer outra pessoa da empresa, o líder deve ter o pensamento que citamos no primeiro item.

5. Avaliar os impactos da mudança

Toda mudança traz resultados. Porém, só é possível mensurar se os resultados foram positivos após análises. Avalie se os objetivos comuns da empresa estão sendo alcançados, como está o andamento dos processos e compare estas informações com dados de avaliações anteriores às mudanças.

Uma das chaves para o sucesso é saber como estão os resultados e sempre trabalhar com o objetivo de que eles sejam ainda maiores.

Conclusão

Seguindo cada um destes passos, você e sua empresa podem se destacar em diversidade e trazer mudanças positivas. E, o mais importante, é que a melhoria implementada na empresa se tornará reflexo na sociedade, trazendo conscientização e oportunidades para todos.

Quer saber como você pode promover essa mudança no seu ambiente de trabalho? Conheça o Mestre em Diversidade Inclusiva, uma parceria da Pearson com a Agência Um.a, e garanta mais diversidade e inclusão na sua empresa!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS