Como escolher o melhor programa de diversidade e inclusão para sua empresa

Tempo de Leitura: 4.5 minutos
equipe-diversa-debatendo-estrategias-de-inclusao-com-post-it-na-lousa-de-vidro

A promoção de diversidade nas equipes corporativas é um tema cada vez mais recorrente, principalmente na última década. É político, social e econômico.

Hoje, algumas empresas possuem essa preocupação de dar oportunidades a todos, mas, muitas vezes, não enxergam a totalidade dos benefícios dessa forma de administrar a organização. E eles são muitos! A inovação, por exemplo, é um dos mais importantes.

Para criar uma cultura inovadora dentro da sua empresa é preciso dar chances para todos os tipos de profissionais. E aqui estamos falando de cor, sexo, religião ou classe social.

A diversidade promove ideias diferentes, por um motivo muito fácil de entender: diferentes pontos de vista para diferentes desafios resultam em diferentes (e inovadoras) soluções! Isso, na imensa maioria das vezes, é um diferencial incalculável na hora de colocar em prática um projeto e também na hora de posicionar o seu negócio no mercado e entre os seus concorrentes.

Profissionais de uma nova geração estão chegando ao mercado, acostumados com uma nova dinâmica e com a diversidade de pensamentos encontradas nas redes sociais, por exemplo. Dentro de uma organização é preciso acolher essa pluralidade.

As empresas precisam se preparar para receber esses profissionais e oferecer um ambiente inspirador para a realização de grandes ideias.

Agora que esclarecemos brevemente as razões e os pontos positivos de diversificar a equipe, como proceder?

Prepare a empresa para a diversidade

A capacidade de receber diferentes pessoas, no entanto, não significa dar prioridade a um determinado grupo em uma seleção. Mas é preciso eliminar preconceitos de culturas, ideias, classes, gêneros e outras características na hora de um teste ou entrevista.

A visão ideal é que no momento de uma contratação ela seja vantajosa para ambas as partes. Ou seja, o novo colaborador e a empresa devem ser parceiros mútuos, conseguindo perceber o que cada um está somando ao trabalho.

  • A liderança da empresa deve acreditar na política

Programas de diversidade nas empresas não podem ser só uma jogada de marketing. Apesar do seu valor mercadológico e do bom trabalho de relações públicas que acarreta, essa é uma política que traz, acima de tudo, resultados positivos financeiros e econômicos, afinal, estamos falando de uma equipe capaz de inovar e gerar gráficos verdes nas planilhas ao fim do mês.

Assim, para que o programa seja bem-sucedido, o líder, a liderança, os cargos ao topo da cadeia hierárquica devem estar envolvidos e apoiarem as ideias e mudanças necessárias.

A liderança será a responsável por definir os objetivos das ações. A empresa deseja se tornar uma das empresas mais inovadoras do país nos próximos 5 anos? Esse é um belo objetivo para se ter em mente.

Essa não é uma mudança filosófica e estratégica que acontece da noite para o dia. Planejar um passo a passo é importantíssimo para entrelaçar corretamente esse novo caminho com as ações que já existem na organização. Não vamos começar algo do zero, vamos aprimorar.

O próximo passo será dividir esse planejamento entre todos os envolvidos. Tenha certeza de que a sua equipe de Recursos Humanos será uma grande aliada.

  • Tenha uma equipe responsável para acompanhar as ações

Com a liderança envolvida e com um programa de diversidade pronto para ser implementado, você precisa ter um grupo que estará encarregado dessas ações. E o próximo passo é dividir esse planejamento com os envolvidos, afinal, todo projeto precisa ser acompanhado de perto para que as coisas ocorram bem.

Para começar, é essencial um profissional para monitorar o projeto em si, comprovando se as ações estão sendo executadas, a qualidade dessas ações, possíveis falhas, pontos fracos e também possíveis melhorias. Essa pessoa tem que ser comprometida e responsável com essa ideia.

Outra qualidade desejável é a boa comunicação, a facilidade em construir boas relações, já que ela deverá implementar uma força de trabalho diversificada para incluir pessoas, pessoas diferentes e com distintos backgrounds, maneiras de olhar e viver o mundo.

  • Adote métricas de monitoramento

Como todas as ações empresariais, é preciso fiscalizar os resultados de cada uma delas. Primeiro, se o processo de seleção dos profissionais está sendo feito de forma correta e se as pessoas escolhidas atendem à estratégia. Além disso, o ciclo de permanência do colaborador na empresa, promoções, remunerações, análise de desempenho, entre tantas outras.

Com todas essas informações, de cada um desses passos e de diferentes áreas da empresa, você estará mais equipado para saber que departamento precisa de treinamento, qual grupo precisa de uma nova contratação, como deixar tal equipe mais motivada. As métricas impulsionam o seu programa de diversidade.

  • Tenha uma comunicação honesta

Tudo que está sendo feito tem que ser feito de maneira transparente, com objetivos claros e estratégia aberta para que todos na companhia entendam o processo. A comunicação precisa ser honesta, com o compartilhamento de todas as informações e metas sobre diversidade que sejam necessárias, assim, todos podem acolher os novos integrantes da melhor maneira possível.

Chegou a hora de escolher um programa de diversidade e inclusão

Para começar, procure um programa apto a capacitar todos os colaboradores da empresa, pois, como falamos, todos eles serão objetos dessa transformação empresarial. No entanto, é mais fácil a implantação e também traz melhores resultados, quando o programa em diversidade e inclusão é realizado pela liderança e pela equipe de Recursos Humanos da sua organização.

É importante procurar um programa que seja capaz de transmitir os módulos presencialmente, mas também com a possibilidade do ensino a distância. Sabemos de tudo que ocorre em uma empresa e a mobilização de tantas pessoas é complicada e demanda tempo. Então, é interessante dar a opção de que cada colaborador assista aos módulos separadamente.

Como todo produto empresarial, é importante saber a empresa que está fornecendo o serviço e o conhecimento. Para que os profissionais adquiram o conhecimento técnico e acadêmico, é de suma importância uma empresa com qualidade comprovada no mercado e com história no mundo empresarial e corporativo.

E o que você acha de usufruir de um programa de capacitação que MOTIVA, PREPARA e PROVOCA colaboradores a criar um ambiente diverso e inclusivo dentro das corporações?

A Pearson e a agência Um.a Diversidade Criativa, uniram as suas expertises e desenvolveram uma solução transformadora e inédita para o mundo corporativo. Trata-se do programa de capacitação Mestre em Diversidade Inclusiva, o MDI, que motiva e prepara os colaboradores da sua empresa para abrir espaços e abraçar as diferenças. Conheça mais sobre o MDI e seja protagonista deste movimento!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS