Checklist: passo a passo pra definir cultura organizacional

Tempo de Leitura: 4.5 minutos
colaboradores-diversos-em-reuniao-na-sala-da-empresa-em-volta-da-mesa

Há alguns passos essenciais para construir a cultura organizacional de uma empresa. Boa parte deles está relacionada a ações práticas que veremos a seguir. Outros fatores que vão ocorrendo no dia a dia também são responsáveis por esta definição. Entenda melhor como tudo isso funciona.

Afinal, o que é cultura organizacional?

Num papo descontraído podemos afirmar que cultura organizacional de uma empresa é o jeitinho dela fazer as coisas. Fica bem fácil de entender, não é mesmo?

Mas trata-se de um conceito mais amplo. Enquanto a estratégia do seu negócio é "como" você vai fazer para alcançar o lugar que deseja no mercado, a cultura organizacional é a estrutura que suporta a jornada.

Como toda base, é necessário construir algo sólido com materiais de alta qualidade. Aqui estamos falando de iniciativas que visam não apenas mostrar quem sua empresa é. Mas também formar uma identidade que influencia seus profissionais e clientes.

A cultura organizacional é, portanto, o posicionamento e o devido cumprimento de atitudes condizentes com a personalidade da empresa. O paralelo com a cultura de um país ajuda bem na compreensão do conceito.

A identidade de uma nação é moldada por sua história, idioma, costumes, produção artística, negócios principais, relações exteriores e assim por diante. A cultura da empresa é algo similar. E definida a partir da conduta e do modo de pensar de quem faz parte dela.

O conjunto formado pelas práticas, comportamento, princípios, políticas internas e externas, valores e crenças é a cultura organizacional de uma empresa.

Lembrando que ela não se limita aos profissionais que compõem a organização. Inclui-se aí também a maneira como os clientes são tratados. Antes, durante e depois da compra de um produto ou serviço.

Depois desta parte teórica, é hora de entender melhor a importância da cultura organizacional. Ela tem o poder de engajar o público interno em um propósito comum. Porque norteia valores que, respaldados pelas ações e mentalidade de quem está dentro, caracterizam a satisfação ou não do público externo.

Confira o passo a passo pra definir a cultura organizacional

1. Definir a visão e a missão

A descrição da visão e missão da empresa é o primeiro passo para construção da cultura organizacional. É o alvo pros demais pilares. A visão é o sonho, o desejo de onde se quer chegar. Geralmente começa por "Ser uma empresa... ".

A missão, por sua vez, esclarece os componentes necessários para atingir o status almejado. É a estrada para se chegar à visão.

2. Estabelecer os valores

Depois vêm os chamados valores permanentes ou intrínsecos. Uma conversa franca com a participação de todos que fazem parte da empresa ou pelos menos de representantes de todas as áreas é fundamental para definir os valores. Normalmente, aparecem respeito, amor, dedicação, diversidade, inclusão das diferenças, compromisso com o cliente, força, trabalho em equipe, etc.

3. Criar um código de ética e conduta

Já os limites sobre como fazer as coisas podem ser delineados num manual de conduta e ética. Baseado nos valores, o documento demonstra pros funcionários quais atitudes são bem vistas pela companhia e o que não é tolerado.

4. Posicionar-se no mercado

Chega a hora de olhar o mercado, entender as principais tendências, quem são os concorrentes e qual o perfil do público-alvo.

5. Determinar padrões de excelência

O inconformismo precisa estar sempre presente na cultura organizacional. Ao lado da atenção aos detalhes, da precisão e do nível de excelência elevado.

6. Elaborar uma política de valorização dos colaboradores

A gestão de pessoas ocupa um capítulo especial na construção da cultura organizacional. Contém boas práticas para o desenvolvimento de competências, capacitação dos funcionários, políticas salariais e de benefícios justas e alinhadas ao mercado.

7. Recrutar talentos alinhados com a cultura da empresa

Ainda no tema pessoas, o programa de atração e retenção de talentos a ser cumprido e respeitado pelo setor de Recursos Humanos e por todos os gestores leva a personalidade da empresa em seu DNA.

8. Liderar por meio do exemplo

Líderes preparados para cobrar, orientar e desenvolver equipes de alto desempenho integram a cultura organizacional. São eles que melhoram as relações interpessoais e propiciam um trabalho colaborativo e feito com autonomia, gerando também a competitividade sadia.

Desta forma, as pessoas se sentem felizes no ambiente corporativo e têm orgulho de pertencer, entregando o seu melhor no dia a dia.

9. Cuidar do branding

As marcas que são trabalhadas no mercado, sua personalidade e valores que entregam aos clientes também fazem parte da cultura organizacional.

Um exercício interessante aqui é desenhar o perfil de cada marca humanizando-a e considerando posicionamento e diferenciais. Por exemplo, como ela seria se fosse uma pessoa? Moderna ou clássica? Extrovertida ou reservada? Madura ou jovem?

10. Estabelecer um papel social

Como a empresa devolve à sociedade aquilo que os clientes fazem pela organização ao comprarem seus produtos ou serviços? Quais os investimentos em parcerias com a comunidade? A concepção de um projeto social tem papel preponderante entre estas respostas.

11. Reproduzir a cultura na relação com os clientes

O atendimento ao cliente deve garantir experiências positivas e memoráveis aos consumidores em todos os pontos de contato. Ou seja, deve haver alinhamento entre o marketing e propaganda das marcas, passando pelo momento da compra até o serviço pós-venda.

Complemente a sua leitura! 

👉 5 passos para implementar diversidade e inclusão na empresa

👉 5 principais soft skills das equipes de sucesso [Infográfico]

E agora? O que fazer com isso tudo?

Divulgar, divulgar e divulgar. Sim, a repetição dos termos enfatiza o valor da comunicação para a cultura organizacional. Replique todas as definições periodicamente ao público interno, em toda a identidade visual da empresa e dos produtos.

Esta prática é determinante para que as pessoas passem a associar a comunicação aos valores da empresa.

Percebe o impacto disso tudo na motivação das pessoas, sendo inspiração diária pra que todos desenvolvam seu papel na empresa da melhor forma possível?

Quando a cultura organizacional é construída em conjunto e sem grande complexidade, promove-se o bem-estar no trabalho. Temos, então, um clima organizacional positivo.

As pessoas querem estar no ambiente onde exercem todo seu potencial, enxergam um plano de carreira promissor, se sentem satisfeitas em fazer parte e entregam resultados na mesma medida que também conseguem realizar seus próprios anseios. Tudo isso com alta produtividade e lealdade ao empregador.

Você tem alguma dúvida do quanto a cultura organizacional se reflete na marca e no produto que chega aos seus clientes? As pessoas que vivenciam a cultura organizacional na sua rotina se tornam embaixadoras da empresa no mercado. São elas que fazem com que seus consumidores lembrem sempre de suas marcas e da ótima experiência que já tiveram, têm ou ainda terão.

Gostou? Então, leia agora sobre como a diversidade e inclusão precisam ter espaço no ambiente de trabalho!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS